segunda-feira, 31 de maio de 2010

PARA ELES, O CRIME COMPENSA.


POR NOSSA CONTA E RISCO.
Ao conceber Dilmaleta como sua candidata, Lula se incumbiu do milagre de convertê-la de auxiliar chinfrim em presidenciável competitiva. Com antecedência nunca antes vista na história desse país, o presidente antecipou a sua própria sucessão. Levou a Dilmaracutaia aos holofotes há mais de uma ano. Apresentou-a em inaugurações e visitas a obras, num frenético vaivém que inspirou os adversários a acusá-lo de usar a máquina pública com propósitos eleitorais. Uma pergunta passou a circular no ar e não querer calar: Quanto custou ao contribuinte a caravana para levantar a Dilmúmia?
O deputado Raul Jungmann, transformou a dúvida coletiva num requerimento de informações à Presidência. Esse tipo de requerimento é uma prerrogativa que a Constituição oferece aos legisladores. Coube à sucessora de Dilmaracujá seco, Erenice Guerra, responder. No questionário, o deputado abordou sua curiosidade de custos sobre eventos realizados entre setembro de 2009 à fevereiro de 2010.
Em pesquisa própria, o deputado contabilizara 26 as viagens e eventos. Questionou sobre os custos da participação de Dilmaquiagem, de Lula e dos caroneiros oficiais.
Na chefia da Casa Civil desde abril, quando Dilmascate trocou o posto pelos palanques, Erenice respondeu apenas um pequeno pedaço do questionário. Limitou-se a informar a quantia referente à participação de Dilmaculada nos pacmícios: R$ 3.052.870,94. Ou seja, os custos da União com o meu, o seu, o nosso suado dinheirinho, foi da média de R$ 508,8 mil por mês para promover a candidata oficial.
As cifras incluem, segundo a resposta da Casa Civil: “Fornecimento de alimentação, diárias, hospedagem, serviços de telefonia, apoio logístico e locação de veículos (utilizados por Dilmanipuladora) nas viagens”. E quanto ao resto? “As demais despesas relacionadas a combustível dos aviões oficiais, locação de veículos aéreos, custo estimado por convidado e número de convidados que integraram a comitiva presidencial, deixam de ser informadas”. Por quê? Diz ela: “Não são da competência desta secretaria e tampouco constam do nosso sistema de apropriação de custos”. Lastimável.
Só numa das viagens, a “Caravana do São Francisco”, Lula e Dilmaligna dispuseram de uma “entourage” de mais de cem convidados. Seria de bom tom saber quanto custou. O Planalto sempre alegou que a farra promocional de Dilmulambo não ultrapassou os limites da lei. Foram atos de governo, não de campanha. O rol de viagens inclui, por exemplo, um deslocamento ocorrido em 22 de janeiro de 2010. Nesse dia, Lula e Dilmarajá foram à inauguração da sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados de São Paulo. A festa virou comício. Em discurso transmitido ao vivo pela emissora estatal, Lula fez clara e escancarada campanha para Dilmentira.
Noutra viagem listada por Jungmann e incluída nos levantamento de custos da Casa Civil, Lula levou Dilmascarada ao interior de Minas Gerais. Cabo eleitoral e candidata foram a cidades mineiras, em 9 de fevereiro de 2010. Entre elas Teófilo Otoni. Uma visita carregada de ares eleitorais. Num dos discursos do dia, Lula, com Dilmarmelada a tiracolo, disse: “Vou fazer a sucessão”. Para quê? “Dar continuidade ao que nós estamos fazendo...” “...Porque este país não pode retroceder. Este país não pode voltar para trás como se fosse um caranguejo”. A bagunça administrativo-eleitoral foi tamanha, que, em 27 de janeiro, de passagem por Recife, Dilmarmota viu Lula ser carregado a um hospital da capital pernambucana. O dodói do presidente foi passageiro. Rendeu-lhe uma madrugada no leito hospitalar e um check-up de emergência. Permanente mesmo só a certeza absoluta de que o contribuinte, inclusive os eleitores de Serra e Marina Silva, financiou parte do mega-empreendimento eleitoral de Lula. Assim como eu, assim como você.

16.000

16.000
Devagarinho, enquanto não lançamos o novo lay-out no nosso blog, vamos caminhando e cantando e seguindo a canção. Já são 16.000 acessos e a certeza de que estamos dando a nossa contribuição para a democracia, a transparência e a democratização. Essa é a única paga que obtemos com nosso trabalho no blog.

Grato a todos que nos visitam e nos recomendam.

FIM DE SEMANA EM POUCAS PALAVRAS.



É MOLE???
Não é MOLE não. Sexta-feira, cansado e com o corpo meio MOLE, só bati cartão nos endereços de sempre: Bistrô do Serratinho, Colarinho, Fronteiras e tal. Sábado nos preparamos para o aniversário do Gutemberg na Appaloosa, que junto com seu fiel companheiro Julinho Marassi, cheios de maleMOLÊncia, antecederam ao agradável show do MOLEJO. Tomamos todas, MOLE, MOLE. Domingo de manhã dei um MOLE para o meu amigo Ademir Melo e lhe ofereci um show do BLUE ANGELS na pracinha mais democrática de Barra Mansa. De tarde, assistimos no Fronteiras o Galo dar MOLE pro Fluzão, além do jogo MOLE entre o Vasco e o Fogão. Sábado já tinhamos dado MOLE para o Grêmio e o Mengão escorregou na maionese MOLE. Mais a MOLEZA acabou, pois o Zicão vem aí para enquadrar os MOLEngas. Hoje acabou meu MOLE também e já estou aqui no batente, depois de muita MOLEZA no fim de semana. Somente algo não estava MOLE, mas a modéstia me impede de falar pois não sou nenhum MOLEque. Boa semana a todos, sem MOLÉstias. Quinta-feira é feriado é vem mais MOLE por aí. É MOLE?

sexta-feira, 28 de maio de 2010

OLHO NELES!!!!!!!


A partir de hoje, inclusive, entra em vigor a Lei Complementar 131, que determina que todas as prefeituras de municípios com mais de 100 mil habitantes são obrigadas a informar pela Internet o quanto arrecadam e como gastam nosso dinheirinho. Os portais devem conter, pelo menos, o orçamento previsto, a soma da arrecadação de impsotos, o nome de todos os fornecedores, o que foi comprado deles, os serviços prestados, as licitações e os contratos.
São quase seis horas da tarde e no site da prefeitura de Barra Mansa, neca de pitibiriba. Como eles ganharam a eleição burlando a lei, não nutrem muito respeito por elas, mas Barra Mansa tem o Julinho e a fé no Ministério Público, portanto, jamais deixarei de cobrar a aplicação imediata da Lei.
Eu sei que vai demorar, mas eles vão ter que se enquadrar, e nosso povo vai ter o direito de saber das escabrosas e escuras transações realizadas, sem que eu tenha que ficar me desdobrando para desvenda-las.
Bom final de semana. Olho neles. Sempre.

OS MAIS INFLUENTES



O Diap (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) acaba de divulgar quem são, na opinião da entidade, os 100 congressistas mais influentes dentro da Câmara e do Senado.
Desses 100, 7 são do Rio de Janeiro. São eles:

Deputados
Brizola Neto (PDT)
Chico Alencar (PSOL)
Eduardo Cunha (PMDB)
Fernando Gabeira (PV)
Miro Teixeira (PDT)
Rodrigo Maia (DEM)
Senador
Francisco Dornelles (PP)

O "BEM" SE DEU MAL.


Quando foi concebida por um “gênio” da turma do “bem”, a escusa, ilícita, fraudulenta e obscura operação de efetivação de “laranja”, no episódio Prefeitura de Barra Mansa x FEBAM x Clube do Recanto x Barra Mansa Futebol Clube, foi submetida a apreciação da Assessoria Jurídica da FEBAM, que atendia pelo nome de Dra. Marta Kozlowski.
Evidentemente, a consciente causídica deu parecer completamente desfavorável a operação e recusou-se a legitimar o fato. Como prêmio pela atitude profissional e honrada, a advogada tornou-se “persona non grata” na FEBAM e foi rebaixada para prestar serviços na Secretaria de Promoção Social.
Não lamente, Dra. Marta, pois, se a senhora não teve o devido reconhecimento profissional, por outro lado, está livre da Investigação criminal que o Ministério Público está fazendo em largos e céleres passos e que resultará em ressarcimento ao erário por bolsos pessoais e interrupção de direitos políticos de picaretas travestidos de bons moços.
O “bem” se deu mal.
E isso é só o começo.

MAIS SHOW.



DE NOVO EM PRIMEIRÍSSIMA MÃO.
Mais dois grandes shows confirmados no festival "Cultura para todos" em Volta Redonda: ADRIANA CALCANHOTO E ARMANDINHO.
Mas Barra Mansa não precisa ficar com inveja, pois aqui não tem nada de Armandinho, no diminutivo, eles estão é ARMANDO mesmo, e muito. São os reis da armação ilimitada. E estão enchendo as mãos, tanto a direita como a CALCANHOTA, digo canhota. Muito mais canhota e muito pouco direita.

SÉRIE MOMENTOS EM QUE ME ENVERGONHO DE SER BRASILEIRO - 2.


quinta-feira, 27 de maio de 2010

RESPOSTA DO GAROTINHO

PRONUNCIAMENTO DO GAROTINHO SOBRE A CASSAÇÃO DO CASAL.
TEXTO EXTRAÍDO DO BLOG DO GAROTINHO.
MAIS UMA COVARDIA CONTRA MIM.
É no mínimo incompreensível a decisão tomada pelo TRE, de cassar a prefeita Rosinha Garotinho e tornar inelegíveis, por abuso dos meios de comunicação, alguns radialistas que nunca tiveram militância política, e entre eles, o alvo: eu. Algumas explicações precisam ser dadas para tranqüilizar a população e restabelecer a verdade dos fatos. A decisão do TRE do Rio modifica a decisão do juiz de Primeira Instância, em Campos, que nem aceitou analisar o mérito desta ação, porque segundo a Lei, só podem propor ações dessa natureza, o Ministério Público Eleitoral, coligações partidárias ou candidato que se sentir prejudicado. Arnaldo Vianna, o autor da ação nunca foi candidato de fato, o seu registro de candidatura foi negado em Campos, confirmada a negativa pelo TRE, pelo TSE e até mesmo pelo Supremo Tribunal Federal. Ou seja: a decisão do TRE de hoje, é nula e iremos ingressar junto ao Tribunal Superior Eleitoral para anular esse julgamento. É bom deixar claro, que a decisão não tem aplicação imediata, ou seja: somente após analisado e julgado o mérito pelo TSE, é que a prefeita teria que deixar o cargo. O mesmo caso se aplica mim. Interessante notar alguns aspectos da sessão. 1º Ela vai, em frontal desacordo com os últimos julgados no TSE sobre a matéria que diz para “auferir influência da mídia numa eleição é preciso prova contundente”, o que não existe no processo. 2º O placar apertado, 4 a 3 contraria uma regra do Direito: Na dúvida pró réu. O presidente só dá o voto de minerva em casos raríssimos no tribunal. 3º A sessão foi antecipada. As únicas pessoas que podiam saber disso seriam os advogados das partes interessadas, mas quem estava sentado na primeira fila, assistindo e vibrando com o julgamento era Eduardo Damian, chefe de gabinete do secretário de Governo de Cabral, e também advogado do PMDB do Rio. O julgamento de hoje, é mais um capítulo da longa história de perseguições que venho sofrendo ao longo da minha vida política. Nos últimos dias Sérgio Cabral recebeu pesquisa apontando que a diferença, entre eu e ele havia sido reduzida para 9 pontos percentuais. Mais do que isso, vem fazendo tudo para eu não ser candidato. Vamos anular esse julgamento que não foi jurídico, e sim político. Cabral não quer que eu diga na campanha o que ele vem tentando esconder da opinião pública gastando 495 milhões em propaganda. Nossos advogados irão tomar todas as providências legais e nós as providências políticas para que Cabral não realize o seu grande sonho, que é ganhar a eleição sem ter adversários. Fica cada dia mais evidente um grande cerco contra a minha candidatura envolvendo, setores da mídia, do Ministério Público, da Justiça, de partidos políticos que foram comprados, para impedir a qualquer custo que o meu nome seja apresentado e julgado pela população nas urnas. Assim como nos acusaram outras vezes e depois tudo ficou provado que era mentira, desta vez não será diferente. È uma luta desigual, de Davi contra Golias, mas o Bem sempre vence o Mal.
ANTHONY GAROTINHO

CASAL GAROTINHO CASSADO.

BOMBA, BOMBA, BOMBA.....
TRE CASSA ROSINHA E TORNA GAROTINHO INELEGÍVEL.


Os dois podem recorrer da decisão no TSE.
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro cassou nesta tarde, o mandato da prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, por abuso do poder econômico. Segundo o TRE, ela foi beneficiada pelas práticas panfletárias da rádio e do jornal O Diário, durante a campanha nas eleições 2008. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral.
Como Rosinha obteve mais de 50% dos votos, o tribunal convocou novas eleições para o município. O uso indevido dos meios de comunicação social também levou a Corte a tornar inelegíveis por três anos a prefeita cassada e o pré-candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho, além de três comunicadores da rádio O Diário.
Por meio de sua assessoria, o casal Garotinho informou que está avaliando a decisão do TRE-RJ, juntamente com os advogados, para definir que tipo de recurso será utilizado para reverter a situação. Até o fim do dia, a decisão do casal será publicada no
blog do Garotinho.
Todos podem recorrer da setença. Tanto Rosinha quanto Garotinho ainda podem recorrer ao TSE, com efeito suspensivo. O julgamento chegou a ficar empatado em três votos a três. Coube ao presidente do TRE-RJ, desembargador Nametala Jorge, o voto de desempate.
“Os fatos foram inadmissíveis. O pleito eleitoral tem que ter uma lisura absoluta, trata-se de um direito da sociedade”, justificou o desembargador.
Os votos vencidos foram do relator do processo, juiz Célio Salim e dos juízes Leonardo Antonelli e Luiz de Mello Serra. Os desembargadores Sérgio Lúcio de Oliveira e Cruz e Raldênio Bonifácio acompanharam o voto divergente do revisor, juiz Luiz Márcio Pereira.
De acordo com o TRE, houve ainda um impasse quanto ao início da contagem do prazo de inelegibilidade. O juiz Luiz Márcio Pereira defendeu a tese de que o prazo deveria contar a partir da decisão, no que foi acompanhado pelo desembargador Nametala Jorge. Mas os desembargadores Sérgio Lúcio de Oliveira e Cruz e Raldênio Bonifácio entenderam que deve prevalecer a Súmula 19 do TSE, com a contagem a partir das eleições em que os fatos ocorreram, ou seja, em 2008, o que. Para resolver o impasse, o juiz Luiz Márcio Pereira adotou o prazo da Súmula.
Tem gente, muita gente, que não vai dormir essa noite.

ABSTINÊNCIA ESPONTÂNEA.


DUNGA, o anão zangado, em sua primeira entrevista na África do Sul, disse que não libera o sexo para os jogadores, pois nem todos gostam.
Eu sempre achei essa seleção do Dunga meio "estranha". Essa história de "comprometimento" pra cá, "comprometimento" pra lá, é muito suspeita.
Eles não gostam de sexo, mas mesmo assim, pelo andar da carruagem, vão acabar "fudendo" os torcedores brasileiros.
O pachá também diz que não gosta, mas "fudeu" com Barra Mansa.

Pelo menos, já dá para entender o mau humor do Dunga.

BARRA MANSA EM RUÍNAS.

Hoje nosso blog deve estar sendo pouco visitado.
Acontece que todas as escolas municipais de Barra Mansa estão sem Internet.
Não pagaram a provedora, que cortou o sinal.
Para a imprensa não falta grana, mas para a educação, haja “fartura”.
“Farta” tudo.
Agora até Internet.

PARA OS BENS, DIGO PARABÉNS.


TODA VITÓRIA MERECE PARABÉNS?

Hoje é aniversário da secretária de Educação de Barra Mansa, a Vitória. Estabeleceu-se nas escolas e repartições públicas municipais, um “mutirão” de choque e pressão, para que todos participassem da festa de adesão, ao preço de R$30,00 por cabeça. Segundo expectativa dos organizadores, facilmente se obteria a “adesão” “voluntária” de 300 pelegos, faturando a quantia de R$9.000,00 e promovendo uma festança de elevação de “estima” própria.
Mas a verdade é cruel, e mesmo com toda a “beligerância” administrativa, na base do “dá ou desce”, até o momento não conseguiram a adesão nem de 100.
O aniversário da Vitória está sendo uma Derrota.
A menina maluquinha, responsável pela nomeação da irmã, está soltando fogo pelas ventas.
Ela poderia pegar uma grana do Júlio Lopes, que tem muito, e bancar a festança pra galera, afinal "boca-livre" não se dispensa. Mas quando o "amor" é pago, não é amor, é prostituição. E de putaria, quem entende é o chefe dessa quadrilha.
Ao não contribuirem com a "grana" para a festança, os professores estão fazendo uma falta de educação para com a chefe e lhes oferecendo um diploma de malquista.

MENGÃO NEWS


NOVIDADES RUBRO-NEGRAS.
Existe, neste exato momento, a probabilidade de 90% para o Flamengo vir a usar o estádio da Cidadania, ou Raulino de Oliveira, se preferirem, para o mando de campo de suas partidas no Campeonato Brasileiro deste ano.
Vou sofrer mais de perto.
Felipe e o "sheik" Emerson também seus retornos bem adiantados. "Love" também sai e deve fazer dupla com Adriano no Roma.
Roma é amor escrito ao contrário. Então agora, vai ser o Império do contrário.

SÉRIE - MOMENTOS QUE ME ENVERGONHO DE SER BRASILEIRO - 1.


AGORA, MAIS DO QUE NUNCA, O MUNDO É UMA BOLA.


CHUTE NA NOSSA REDE.
Seja homem ou mulher, criança ou idoso, esportista ou não, todos em nosso país, com maior ou menor intensidade, respiram a Copa do Mundo. Portanto nossas novas enquetes tentarão captar a expectativa de nossos visitantes sobre o maior evento esportivo do Mundo.
A primeira pergunta é a seguinte:

QUAL SERÁ O DESTINO DA SELEÇÃO BRASILEIRA NA COPA 2010?
E as opções são as seguintes:
- SERÁ ELIMINADA NA PRIMEIRA FASE.
- SERÁ ELIMINADA NAS OITAVAS DE FINAL.
- SERÁ ELIMINADA NAS QUARTAS DE FINAL.
- FICARÁ EM QUARTO LUGAR.
- FICARÁ EM TERCEIRO LUGAR.
- SERÁ VICE-CAMPEÃ.
- SERÁ CAMPEÃ.

E a segunda pergunta é:
QUEM VENCERÁ A COPA DO MUNCO, CASO O BRASIL NÃO A VENÇA?
E as opções são as seguintes:
ÁFRICA DO SUL
ALEMANHA
ARGENTINA
ESPANHA
FRANÇA
HOLANDA
INGLATERRA
ITÁLIA
PORTUGAL
URUGUAI
OUTRA SELEÇÃO NÃO MENCIONADA.

E a terceira pergunta é:
QUEM SERÁ O JOGADOR DESTAQUE NA SELEÇÃO BRASILEIRA NA COPA 2010?
E as opções são as seguintes:
DANIEL ALVES
JUAN
JÚLIO CÉSAR
KAKÁ
LÚCIO
LUIS FABIANO
ROBINHO
OUTRO JOGADOR

E a quarta pergunta é:
QUAL TÉCNICO DEVERIA ESTAR DIRIGINDO A SELEÇÃO BRASILEIRA?
E como opções, oferecemos:
ABEL BRAGA
CARLOS ALBERTO PARREIRA
DORIVAL JÚNIOR
DUNGA
JOEL SANTANA
LUIZ FELIPE SCOLARI
MANO MENEZES
MURICY SANTANA
PAULO AUTUORI
RICARDO GOMES

WANDERLEY LUXEMBURGO
ZICO
OUTRO TREINADOR NÃO MENCIONADO.

E a última pergunta é:
A VISITA DA SELEÇÃO AO PRESIDENTE LULA EM QUE INFLUENCIARÁ NO SEU DESEMPENHO NA COPA?
E as opções de resposta oferecidas são:
- VAI DAR SORTE PARA A SELEÇÃO.
- VAI DAR AZAR PARA A SELEÇÃO.
- NÃO VAI ALTERAR EM NADA E DEVERIA TER SIDO REALIZADA.
- NÃO VAI ALTERAR EM NADA E FOI UM DESPERDÍCIO DE TEMPO.

Bons chutes para todos, a bola já está rolando.

ÚLTIMOS RESULTADOS


Resultados das últimas enquetes do blog:
QUAL SEU ASSUNTO PREFERIDO NA LEITURA DE NOSSO BLOG (respostas múltiplas):
1. POLÍTICA MUNICIPAL 62%
2. “CAUSOS DA POLÍTICA” 37%
3. POLÍTICA REGIONAL 31%
4. POEMAS, LETRAS E MENSAGENS 25%
5. ENQUETES 20%
6. UTILIDADE PÚBLICA 20%
7. POLÍTICA NACIONAL 17%¨
SÉRIE IMAGENS VALEM MAIS QUE MIL PALAVRAS 17%
DICAS DE LAZER E CULTURA 17%
10. VARIEDADES, PIADAS E TELEVISÃO 14%
11. FUTEBOL 11%
12. FINAIS DE SEMANA DO BLOGUEIRO 8%
13. ANTI-MUSA GEISY ARRUDA 5%

Percebe-se que a galera quer continuar ver o circo pegando fogo, pois a política foi a grande vencedora da enquete. Como manda quem pode e obedece quem tem juízo, e aqui no blog quem manda é o leitor, vou continuar baixando o cacete.
Na lanterna da enquete estão meus finais de semana e a nossa eterna anti-musa Geisy Arruda. Imagino então que se eu passar uma final de semana com ela, não vai dar o mínimo IBOPE. Então, Geisy, lamento, mas está cancelado nosso passeio.
Agradeço a todos que responderam essa enquete, contribuindo para a melhoria do conteúdo de nosso blog.

QUEM É ATUALMENTE, O PIOR PREFEITO DO MÉDIO PARAÍBA?
1. ZÉ RENATO – BARRA MANSA 59%
2. RAUL MACHADO – RIO CLARO 32%
3. JOSÉ LARTE – QUATIS 20%
4. JORGE SERFIOTIS – PORTO REAL 14%
RECHUAN – RESENDE 14%
6. NETO – VOLTA REDONDA 12%
7. DR. TONINHO – PINHEIRAL 4%
LUIZ CARLOS YPÊ – ITATIAIA 4%

E aí turma do bem? Essa enquete vale ou só vale aquela que vocês se reuniram para dar zero para nosso blog? Sem dúvidas, Zé Renato é o pior prefeito do sul-fluminense, quiçá do Brasil.

QUAL O CANDIDATO À DEPUTADO FEDERAL DE FORA DA CIDADE, QUE VAI CONSEGUIR MAIS VOTOS EM BARRA MANSA?

1. FERNANDO JORDÃO 31%
2. ALEXANDRE SERFIOTIS 29%
3. LUIZ SÉRGIO 24%
4. EDUARDO CUNHA 12%
5. JÚLIO LOPES 2%

Em outubro, a gente confere os prognósticos da galera.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

NEM TODO LEÃO É MAJESTADE.


MAIS UM VOO DO FÊNIX.
Para desespero dos secadores da prefeitura de Barra Mansa e seus asseclas, o Fênix venceu esta tarde a equipe do Artsul por 4x3 no Estádio Raulino de Oliveira. Com o resultado, o Fênix se encontra a apenas um ponto dos líderes da segunda divisão, e no domingo pode até assumir a liderança. Acompanhem a classificação atualizada:

1. QUISSAMÃ – 7 pontos ganhos, saldo de gols: +4, gols positivos 8.
2. NOVA IGUAÇU – 7 pontos ganhos, saldo de gols: + 4, gols positivos 5.
3. BONSUCESSO – 7 pontos ganhos, saldo de gols: + 3, gols positivos 6.
4. FÊNIX – 6 pontos ganhos, saldo de gols: + 2, gols positivos 7.
5. SENDAS E ITAPERUNA – 4 pontos ganhos, saldo de gols: 0, gols positivos 4.
7. CABOFRIENSE – 4 pontos ganhos, saldo de gols: -1, gols positivos 5.
8. SAMPAIO CORREA – 3 pontos ganhos, saldo de gols: -2, gols positivos 3.
9. ARTSUL – 0 pontos ganhos, saldo de gols: -3, gols positivos 5.
10. CFZ – 0 pontos ganhos, saldo de gols: -7, gols positivos 1.

Te cuida Mengão, ano que tem tem Fênix na parada

Pela terceira divisão, o Barra Mansa precisa vencer domingo o líder da chave Entrerriense e torcer para que o Juventus, em casa, não ganhe do Duquecaxienxe, já eliminado, para prosseguir no campeonato. Ou seja, provavelmente foi mais dinheiro da prefeitura de Barra Mansa jogado fora.
Já estamos nos acostumando, mas não podemos nos conformar. Jamais.

ANÁLISE POLÍTICA 4. CAPÍTULO CANDIDATOS À DEPUTADO FEDERAL EM BARRA MANSA.

FRACASSOS ANUNCIADOS.
Continuando nossa sequência de análises políticas, vamos fazer uma rápida abordagem sobre as demais pré-candidaturas anunciadas em Barra Mansa, e aos poucos, vamos comentando sobre todo o sul-fluminense. Analisemos, primeiramente, os pretensos candidatos à deputado federal domiciliados em Barra Mansa.
CHRIS – Por mais que eu faça análise, ainda não consegui entender o espírito dessa candidatura. Nada contra o Chris, que, aliás, é um bom amigo, mas não consigo captar o que se pretende extrair dessa candidatura sem pé nem cabeça. Sua sigla partidária é o PMDB, pois Chris, que é primeiro suplente de três vereadores na Câmara Municipal nesse partido, não quer perder a chance de assumir o mandato legislativo na hipótese da falta de algum dos titulares e por força da legislação eleitoral e da necessidade de fidelidade partidária, manteve-se filiado na legenda, mesmo contra sua vontade, depois de não assumir a secretaria municipal de juventude, esporte e lazer (Chris não sabia que o cargo já estava prometido através da negociata da lavagem de dinheiro PBBM X FEBAM X RECANTO X BMFC). E o PMDB, como todo mundo sabe, é a legenda mais acirrada do cenário eleitoral fluminense, pois lá estão abrigados os mais pesados apaniguados do governador Sérgio Cabral, o que nem de longe é a situação do Chris, visto que ele é assessor do deputado Ademir Melo, ou pelo menos foi, até o início de abril deste ano. Poderia se supor que sua candidatura visa dar-lhe projeção para a próxima eleição para a vereança, mas é outro argumento insólito, visto que Chris, sem estrutura financeira nem partidária, tende a ter uma votação pífia no pleito de outubro o que pode comprometer a sua imagem e sacrificar as suas eventuais e promissoras chances eleitorais na eleição de 2012, sendo assim, tal estratégia, se real, é um anunciado tiro no pé. Ademir, que é o seu patrono, fechou claro acordo com o deputado Eduardo Cunha, e os poucos votos que Chris obtiver, farão falta na prestação de contas de Ademir com seu novo parceiro. E se mesmo assim, o imponderável e impossível virasse uma absurda e inimaginária realidade, e Chris vencesse o pleito, quase nada poderia se esperar de seu mandato, haja vista que sua experiência é diminuta para tal ambição, pelo menos, por ora. Dizem que sua candidatura visa não fortalecer o nome do Jonas Marins, mas quanto a isso, não se preocupem, pois a administração do “bem”, sucateando a Asbam como tem feito sistematicamente, já deu conta dessa missão, conforme falaremos a seguir.
JONAS MARINS – Outro que peca por estar sempre galgando passos maiores que suas pernas. Jonas, se candidato a vereador no pleito passado, certamente se elegeria, e desta forma, seu poder de fogo no legislativo municipal para não permitir o sucateamento da Asbam, seria demasiadamente intensificado. Ganharia ele e a instituição, e desta feita, ele até poderia vislumbrar uma pernada maior este ano. Mas contrariando a lógica e o bom juízo, foi candidato à prefeito, e teve uma votação significativa, porém inócua. Como resultado da votação, que lhe deu o cargo sem valor de quarto candidato mais votado, ele só ganhou a fúria do vencedor, que a cada dia lhe coloca contra os seus antigos patrocinadores, os funcionários públicos, que hoje, prejudicados pela fragilidade econômica da Asbam, acabam dirigindo a ele a maior responsabilidade pelo fracasso. Se não bastasse, o seu partido, o PC do B, na melhor das hipóteses, só fará dois deputados federais, e eles já tem nome e sobrenome: Jandira Feghalli e Edmilson Valentim, esse último, tendo o patamar sólido de 75.000 votos, que seria o número ideal para que Jonas tivesse viabilidade eleitoral. Então, resumindo: esquece. Se vale também a hipótese de fortalecer o nome para a próxima eleição, quero declarar que acho isso, no mínimo, hipócrita, pois trata-se de um engodo para engabelar os seus supostos beneficiados, os eleitores. E quem, nos dias de hoje, começa sua trajetória por essa porta, geralmente não consegue sequer abri-la.
BILL – Na mesma linha do inimaginável e imponderável, essa candidatura só serve para moeda de troca numa suposta vitória da Dilma. Nada mais.

CONCLUSÃO: Não será desta vez que Barra Mansa terá um representante genuíno no Congresso Nacional. A divisão de forças na cidade, somada ao estelionato eleitoral promovido por candidaturas de fora, usando e abusando do poderio econômico, aliada a falta de novos líderes no cenário municipal, inviabiliza qualquer pretensão nesse sentido. O dia que Barra Mansa tiver uma administração voltada para todos os segmentos da sociedade, fazendo alianças partidárias de alto nível para uma gestão participativa e popular, o eventual e sonhado prefeito poderá tentar unir forças em torno de uma candidatura viável ao Congresso Nacional. Mas enquanto o interesse de um grupo diminuto em quantitativo e pensamento, estiver com as rédeas na mão, contentemo-nos com as migalhas oferecidas aos mendigos e as esmolas orçamentárias concedidas nos nossos pires em mão.

COMPARAÇÕES INEVITÁVEIS.


CIDADE DO AÇO X CIDADE DO PALHAÇO.

Para que não falem que só divulgo Volta Redonda, vejo agora no Diário Oficial, digo Diário do Vale, que a prefeitura de Barra Mansa está promovendo um baile amanhã, e que se tudo der certo, são esperadas o universo de 700 pessoas (Haverá sorteio de brindes e camisas da copa do mundo).
O secretário de Juventude (engraçado, o secetário é de juventude mas o baile é para a terceira idade) falou que o objetivo é fazer um baile por mês, mas com muita luta e dedicação, conseguiram fazer dois nesse mês. A grande atração é a banda Alfa II. (Vocês conhecem a Alfa I??? Nem eu. Imganem quando alançarem a Alfa III, que sucesso estrondoso será!!!).
Viu, voltarredondenses, morram de inveja de uma cidade que promove atrações tão portentosas como Barra Mansa.
Aliás, o secretário municipal de juventude, esporte e lazer, o popular Jojô (aquele presidente do Recanto na lavagem de dinheiro PMBM X FEBAM X RECANTO X BARRA MANSA FUTEBOL CLUBE), é um exemplo de pessoa certa no lugar exato.
Ele é secretário de juventude, mas é velho e acha os jovens um saco.
É secretário de esportes, mas não pratica nenhum, e fuma e bebe pra caramba.
É secretário de lazer, mas vive num mau-humar insuportável e seu único lazer é jogar tranca no clube do Recanto.
Mas, enfim, como também temos um poderoso sub-secretário de educação que no ramo só dirigiu auto-escola (e mal, pois quebrou), ele está bem encaixado no governo.
O prefeito Zé Mala também comentou o "sucesso" do mega-evento no Diário Oficial, digo, Diário do Vale. Disse que as pessoas fazem amizades e aprendem novos passos de dança (Não poderia morrer sem saber que em bailes as pessoas fazem amizades e dançam). É sem dúvida, um momento maravihoso, ressaltou o prefeito.
Então tá combinado Zé da Mala, eu prometo que no momento maravilhoso que você abandonar a prefeitura, eu vou dançar e fazer novas amizades.
A propósito, na edição de hoje do Diário Oficial, digo, Diário do Vale, na coluna "Mosaico", tem uma nota que comenta que o prefeito Zé Mala pediu um autógrafo para o prefeito Rechuan, de Resende, e o ídolo caiu na gargalhada. Não ria, Rechuan, é sério, afinal o Zé deve admirar quem consegue administrar uma cidade com capacidade e independência, não sendo subalterno de seu antecessor.

TRES EMOÇÕES.









FEMUVRE
A prefeitura de Volta Redonda anunciou a realização do novo FEMUVRE – Festival de Música Popular de Volta Redonda.
Entre os dias 24 e 27 de junho, no Clube Comercial, compositores de todo o país concorrerão a um carro zero quilômetro, uma TV LCD 53 polegadas, uma outra LCD 43’’.
O melhor intérprete também terá premiação especial. Além disso, numa espécie de reserva de mercado, a melhor música concebida entre os candidatos de Volta Redonda, dará ao seu compositor uma moto zero quilômetro.
As inscrições se encerrarão dia 18 de junho (presencial) e 11 de junho (correio – Sedex 10).
Além da iniciativa por si só já ser louvável ao extremo, ainda haverão shows de abertura e encerramento das etapas eliminatórias e final, e vejam só quem são os artistas que se apresentarão:
ZECA BALEIRO,
LUIZ MELODIA,
TOQUINHO,
ARNALDO ANTUNES,
FLÁVIO VENTURINI,
SURURU NA RODA,
TRILOGIA CARIOCA E
PAULINHO MOSKA.
A Secretaria de Cultura ainda não disponibilizou o regulamento oficial que deverá ser divulgado nas próximas horas.
Três emoções concomitantes me assaltaram com a notícia dessa FEMUVRE:
1) O desejo de participar como seja como candidato, espectador ou mero incentivador.
2) A melancolia de ter projeto similar para Barra Mansa em nosso programa de governo, que infelizmente foi preterido nas urnas.
3) A alegria de ver uma cidade tão próxima sonhar tão alto.
Parabéns prefeito Neto, e a todos que junto com ele, estão fazendo a vida do sul-fluminense ser de fato, bonita e melhor. Sem ostentação, sem esbanjamento de dinheiro na mídia, sem revanchismos ou preconceitos, apenas com competência, honestidade, sensibilidade e trabalho.
Simples e nobre assim.
Sem “pagação” de pau ou de mico.

terça-feira, 25 de maio de 2010

MENORES DE CARÁTER.


ÁLCOOL NO "BEM" DELES É REFRESCO.

Na edição de hoje do jornal “A Voz da Cidade”, logo na segunda página, na seção “cartas e e-mail”, está contigo um artigo assinado pelo vereador Marcelo Cabeleireiro, onde ele denuncia que durante a Exposição Agropecuária realizada esse ano no “Parque das Torturas”, digo “Parque da Cidade” em Barra Mansa, foram inúmeras as constatações de menores embriagados que realizaram compras de bebidas alcoólicas nas barracas existentes no local de realização do evento, portanto, incorrendo em crime. Marcelo disse que foi abordado por inúmeros populares que atentos ao fato, também repararam a total omissão do Conselho Tutelar, da Guarda Municipal, da Fiscalização de Posturas subordinada à Secretaria de Ordem Pública e também da Vara da Infância e da Adolescência. Estranho que esse fato é protagonizado pela administração que faz uma repressão absurda e intermitente aos bares de Barra Mansa, em especial, contra aos que teimam em oferecer arte e música ao vivo. Os algozes do “bem”, afirmam sempre, especialmente aqui no nosso blog, que são contra bebedeiras, festas, som, etc...Mas como sempre, com a hipocrisia reinante no governo, naturalmente a bebida que eles vendem é do “bem”.
Não é novidade para muitos, a relação espúria que alguns membros da administração, com autonomia para tal, têm com barraqueiros que aqui se instalam nas poucas festas populares promovidas. Geralmente inclusive, tais “comerciantes” são oriundos de outras cidades que aqui se instalam só por conveniência momentânea em detrimento do comércio local.
Tais fatos internos são corriqueiros e acontecem com a certeza da impunidade. Para ilustrar, informo que “todos” os artistas locais que se apresentaram na exposição, receberam seus honorários em espécie e sem precisar assinar nenhum tipo de recibo, nota fiscal ou uma RPA que seja. Ora, nem com muita inocência, alguém pode não acreditar que isso só acontece porque existe um forte caixa 2 que gerencia tais procedimentos. Ou alguém acha que são doações voluntárias que patrocinam tais eventos? E mesmo se fosse, as receitas fazendárias precisam tomar conhecimento do fato. É assim que determina a lei. Mas como a turma do “bem’ venceu o último pleito eleitoral afrontando descaradamente a legislação, continua administrando da mesma forma, e a justiça, passiva e impotente, não se insurge contra tais fatos incontestáveis, deprimentes e lamentáveis.
É evidente que houve uma conivência da administração com a venda indiscriminada de bebidas alcoólicas, para deleite dos parceiros “barraqueiros” que por sua vez, devem ser bastante generosos com seus cúmplices.
Esse é o Brasil do Lula. Essa é a Barra Mansa da turma do “bem”: Lei só é boa aplicada contra os outros. Para eles, não há limites para a indecência.

Em tempo: A foto acima é ilustrativa e não tem vínculo direto com a Exposição Agropecuária de Barra Mansa.

DIFERENÇA DE MÃO.


INVERSAMENTE PROPORCIONAL.

Ontem em Volta Redonda, me solicitaram que respondesse em rápidas palavras, quais seriam as diferenças que fazem do prefeito Neto um grande sucesso, e o Zé Renato, um grande fiasco, visto que os dois são da mesma legenda partidária, o PMDB. Para evitar uma resposta prolixa citei um exemplo que comprova o enorme abismo que diferencia os dois:
Enquanto o prefeito Neto, gasta 5.000 reais para divulgar 5.000 obras que já realizou, o Zé Mala gasta 200.000 para divulgar as 200 obras que “VAI” realizar.
Ou seja, Volta Redonda gasta R$1,00 em publicidade de obra realizada, pronta, executada, concluída, à disposição da população.
Em Barra Mansa, se gasta R$1.000,00 por anúncio de obra que nem sequer começou (e imaginem o que vai se gastar quando forem concluídas...).
É a diferença da moralidade para a perdulariedade.
É o antagonismo gritante entre a competência e a falácia.
Enfim, é o trabalho contra a bravata.
Na base inversamente proporcional de 1.000 por 1.

CULTURA PARA TODOS - NOVAS ATRAÇÕES.

ROLANDO BOLDRIN

REGINALDO ROSSI

LOBÃO

DEMÔNIOS DA GAROA

GOLDEN BOYS

FRANK AGUIAR
RENATO E SEUS BLUE CAPS
EM PRIMEIRÍSSIMA MÃO, AS NOVAS ATRAÇÕES CONFIRMADAS PARA O FESTIVAL CULTURA PARA TODOS, EM VOLTA REDONDA, NO CINE 9 DE ABRIL, SEMPRE ÀS TERÇAS-FEIRAS EM DUAS EXIBIÇÕES, ÀS 7 E 9 DA NOITE. NA BASE DO LITRO DE LEITE EM CAIXINHA.
Encontra-se em fase de negociação, os DETONAUTAS e nada mais nada menos que MILTON NASCIMENTO.







segunda-feira, 24 de maio de 2010

TITÃNICO.


SHOWWWWWWWW.

Sem adentrar muito nos detalhes para não insuflar inveja na turma infeliz do “bem”, passamos mais um final de semana literalmente = show”.
Sexta-feira à noite, show ao vivo dos Titãs em Rio Claro, com camarote praticamente exclusivo. Showwwwwwwwwwzaçoaçoaço.
Sábado á tarde com “duo” acústico Figurótico e Pança no Colarinho. Showwwwwww.
Domingo de manhã, encontrão da comunidade com o deputado Ademir Melo no Clube Municipal. Showwwwwww.
Canja do Coronel Jorge no parque da Preguiça numa rápida exaltação à Portela e ao Tim Maia. Showwwwwww.
Almoço na Dalvinha com Lideranças religiosas e empresariais em recepção ao deputado federal Eduardo Cunha. Showwwwwww.
Aniversário do Valério com encontro de blogueiros, com toda a rapaziada da estação BM, o Marquinho do Botecos do vale do café e demais amigos. Showwwwwww.
O DVD do Celso Blues Boy executado no mega-telão do Valério, regado a whisky do bom. Showwwwwww.
A vitória do Mengão, sem o Adriano que já vai tarde. Showww, não muito,é verdade, mas vitória é vitória.
É realmente fantástico o show da vida.

FOLCLORE POLÍTICO – VIII.


COMEÇO DIFÍCIL.

Quando foi convencido pelos amigos a se candidatar à prefeito de Barra Mansa, Moacyr Chiesse sabia que com os poucos recursos que dispunha, teria que gastar muita sola de sapato e palavras. Sabia também que o início da trajetória seria difícil pois era pouco conhecido na cidade e seus supostos adversários já eram nomes tradicionais no páreo político. Mas Moacyr não desanimou. Sabia que sua campanha teria que ser construída voto a voto com paciência e humildade. Numa belo dia de domingo, resolveu ir com os poucos amigos que encamparam a batalha, ao bairro Vila Nova na tentativa de dissertar para eleitores em praça pública. Lá chegando, Moacyr percebeu que havia um tonel que seria perfeito para que ele ao subir nele e discursar, despertar a atenção dos transeuntes. Não titubeou, subiu no tonel e começou a proferir suas palavras de ordem, aliadas a críticas oposicionistas e promessas eleitoreiras. Passados mais de quinze minutos de sua oratória, Moacyr, quase desanimado percebeu que somente um cidadão da localidade ouvia as suas palavras. Em respeito a este solitário, porém fiel e respeitoso ouvinte, Moacyr não encurtou a linha de raciocínio e continuou com o seu discurso ensaiado que demandou mais vinte minutos, todos eles vividos com a atenção do solitário espectador. Ao final de sua prosa, Moacyr comovido com a fidelidade do eleitor atento, dirigiu-lhe a palavra nestes termos: - Quero agradecer penhoradamente ao ilustre concidadão que cônscio de suas obrigações civis e da imensa responsabilidade que nos pesa nos ombros diante do próximo pleito que poderá mudar os rumos de nosso amado município, ouviu atentamente a nossa mensagem numa demonstração soberana de ativa participação democrática e responsabilidade cívica. O Senhor, caro e honrado eleitor, gostaria de formular alguma pergunta sobre o teor de nossas propostas?
Quando o cidadão respondeu laconicamente: - Na verdade eu nem ouvi muito bem nem entendi o que o senhor falou, só estou esperando o senhor acabar para que eu possa levar o meu tonel embora, afinal ele é meu, e como todo político é ladrão, estou tomando conta para que o senhor não o leve consigo, já que nem sequer me pediu autorização para usá-lo. O senhor pode descer por gentileza?

sexta-feira, 21 de maio de 2010

SÉRIE IMAGENS VALEM MAIS QUE MIL PALAVRAS 8.

BOM FINAL DE SEMANA.
JESUS NOS SORRI.

ANÁLISE POLÍTICA 3. CAPÍTULO INÊS PANDELÓ.


ABACAXI CASCUDO.
Inês Pandeló tem alguns abacaxis para descascar nessa eleição. O PT do estado do Rio de Janeiro é o mais complicado do país, e assim como fralda de bebê e decisão judicial, tudo pode se esperar. É inegável que o PT de Barra Mansa, afastado há anos das boquinhas públicas, vem se enfraquecendo e perdendo a histórica identidade. Agora mesmo, o partido perdeu a presença do folclórico Mazaroppi, que seduzido por benesses governamentais, embarcou sua carroça na carona do pachá. Não tardará para se arrepender, assim como muitos. Além disso, veio a “bomba” da Cida Diogo desistir do Congresso Nacional e postular uma vaga na ALERJ, e isso, de certo, enfraquecerá Inês tanto em Barra Mansa, quanto em Volta Redonda.
O Partido dos trabalhadores elegeu seis deputados em 2006. Além de Inês, o polêmico Alexandre Molon, que do alto dos seus 86.000 votos, ousa virar a cara para o presidente Lula, foi um dos dois únicos votos contrários a reeleição do presidente Picciani na ALERJ, não acatou a decisão do partido em apoiar Eduardo Paes no segundo turno da eleição para a prefeitura carioca e há alguns meses confessou que votou no Gabeira. Molon também foi crítico ferrenho e contumaz da Governadora Rosinha, mesmo tendo muitos de seus correligionários abençoados com cargos públicos no governo do estado. Embora polêmico, Molon é nome certo entre os eleitos. Molon é uma espécie de Julinho que deu certo. Elegeu-se também Gilberto Palmares, com 33.000 votos que vem a ser um dos adversários que Inês terá que bater no próximo pleito. Querem uma coincidência? Ele também é natural do Reino de Apiacá. Também se elegeu o Jorge Babu, com 32.000 votos, que hoje está no PTN, pois foi expulso do PT após sua comprovada ligação com milícias. O PT deu uma de Pilatos e lavou as mãos. Só o PT não sabia disso. Aliás, tem gente graúda no PT nacional que também usa desse conveniente expediente: “Não sabia de nada”. Além deles elegeu-se Carlos Minc, que retornou a ALERJ após sua atuação como ministro de estado, o que obviamente fará seus antigos 78.000 votos em 2006, serem consideravelmente enriquecidos. E por fim Rodrigo Neves, que com notório apoio estudantil classista, deve, no mínimo, repetir os 41.000 votos alcançados em 2006. Mas o PT tem novas e interessantes candidaturas para brigar com Inês, e só na região podemos citar o caso do Paiva, vereador mais votado em Volta Redonda no último pleito e que vem com o apoio velado do prefeito Neto, seu amigo de longa data.
Apesar da sua consistente atuação legislativa, com ações que merecem destaque e respeito na Assembléia Legislativa, Inês terá muita dificuldade para a reeleição, mas para consolo, existem rumores de que ela conseguiu entrar em outros municípios onde não tinha atuação política no passado, e tal fato poderá colocá-la entre as vencedoras de 2010. A conferir. Mas para ter cacife para esse jogo, Inês precisa de mais ou menos 40.000 votos. Difícil.

ANÁLISE ELEITORAL 2. CAPÍTULO ADEMIR MELO.


E SÓ GASTAR SOLA DE SAPATO.
Seguindo nossas impressões preliminares sobre o processo eleitoral em curso, com foco nos candidatos da região, depois da extensa análise sobre as reais possibilidades de êxito do pachá, vamos fazer um esboço sobre as demais candidaturas: Primeiramente começamos com ADEMIR MELO.
Na outra eleição Ademir quase não foi candidato. Não era esse o seu desejo. Sua meta era a prefeitura. Graças a alguns insistentes amigos, entre os quais me incluo, registramos sua candidatura, e por ela, Ademir permanece vivo no cenário político. Após uma extensa sucessão de erros em sua campanha para a prefeitura, Ademir agora entende que precisa da sua reeleição mais do que nunca. Da outra vez (2006) ele nem saiu de casa para pedir votos, agora vai. O “recall” do fracasso administrativo do Zé Renato, certamente pode lhe ampliar sua base eleitoral em Barra Mansa, haja vista que outros candidatos em 2006, como o ex-vereador José Marques e o ex-vereador Rodrigo Drable, que juntos obtiveram mais de 8.000 votos em Barra Mansa, agora além de não se candidatarem, ainda estão nas fileiras de apoio a Ademir.
No PSDB, seu partido, a situação é bastante confortável. Se o partido perdeu o puxador de votos Zito, ganhou a esposa dele, Claire, e a vereadora carioca Lucinha, mais votada na capital. Ambas, somadas, não farão a votação de Zito sair do partido, e a legenda deve eleger 6 deputados, no mínimo. Como Ademir ampliou bastante seus horizontes políticos, e hoje mantém destacada atuação e apoio em municípios como Angra dos Reis, Parati, Barra do Piraí, Porto Real, Quatis, Volta Redonda, Pinheiral, entre outros, e como na própria capital Ademir vem realizando trabalhos sociais em Madureira, Serrinha, Cascadura, Barra da Tijuca, Recreio do Bandeirantes, etc.. deve atingir com folga a marca de 30 mil votos o que lhe coloca entre as cinco maiores forças do partido na Alerj, e, por conseguinte, lhe trará a reeleição. Mas Ademir tem que compensar o descarte de líderes comunitários remunerados com sua presença nas ruas e bairros, e se o fizer, terá novamente seu mandato legislativo assegurado. Importante frisar que a parceira com o Deputado Federal Eduardo Cunha, lhe aumentará a seu já bem estruturado arsenal material de campanha.
No PSDB, Gerson Bergher se elegeu com 32.000 votos, mas sua saúde encontra-se seriamente debilitada e sua votação vem caindo sistematicamente. Alice Tamborindeguy assumiu uma cadeira na condição de suplente com 17.000 votos e nada fez para ampliar seu universo eleitoral. Ente 2002 e 2006 Glauco Lopes caiu de 60.000 para 45.000 votos, mas mesmo assim tem amplas condições de reeleição. Gegê Galindo teve 17.000 mas assumiu uma boquinha no governo do estado, saiu do partido e nessa semana anunciou que não será candidato pois a briga no PMDB é monstruosa, como já mencionamos na outra postagem. Luiz Paulo é deputado eleito com 45.000 e deve repetir a votação. Finalmente temos o deputado Mário Marques que se elegeu diretamente no PSDB com menos de 20.000 votos e também nada fez para aumentar o seu cacife eleitoral. Sendo assim creio que Lucinha e Claire se elegerão com sobras, e Luiz Paulo, Glauco e Ademir pegam outras três vagas, sobrando uma ou duas para os demais postulantes. A conferir. Repetindo sempre que ainda há muita água para passar em baixo dessa ponte.
Em tempo: Caso se confirme a coligação plena com o DEM e o PPS, se isto por um lado acrescenta na disputa fortes deputados com mandato que tiveram excelentes votações em 2006, como: André Correa (48 mil), Comte Bittencourt (39 mil), João Pedro (39 mil), Graça Pereira (51 mil) e Rodrigo Dantas (67 mil), por outro favorece, pois o quadro para o PSDB não se altera, pela expectativa da suposta coligação eleger 12 deputados.

CECÍLIA


quinta-feira, 20 de maio de 2010

PÉ-DE-CANA PÉ-FRIO.

BABOU....
O último compromisso da Seleção Brasileira antes de embarcar para a África do Sul será em Brasília, no dia 26 de maio. A delegação verde-amarela que representará o país na Copa do Mundo fará uma visita ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e logo em seguida embarcará para o continente africano.
Os jogadores convocados por Dunga para compor a Seleção na Copa treinarão em Curitiba entre os dias 21 e 26 deste mês. Antes da viagem à África, a delegação brasileira fará uma "escala" em Brasília para o encontro com Lula, agendado para as 15h (de Brasília).

Se eu tinha sérias dúvidas sobre o desempenho da seleção do anao zangado, digo, dunga, com a visita ao castelo da bruxa pé-frio, já tenho a certeza, vamos comer a maçã envenenada e dormir quatro anos esperando o príncipe da Cinderela.

POR CAUSA DO GATO, O LEÃO MORREU.


CARAS FEIAS, FUTEBOL IDEM E MORAL TAMBÉM.

O Barra Mansa F. C. empatou hoje pela manhã com o Duquecaxiense por 1x1, na segunda fase do campeonato de futebol profissional do estado do Rio de janeiro, na 3ª divisão. Com este resultado, o Leão do Sul completa apenas dois pontos em quatro rodadas e está em último lugar na sua chave, mesmo com dois adversários realizando um jogo a menos, que começará daqui a minutos, às 15 horas. Somente uma mirabolante e improvável combinação de resultados pode oferecer uma chance mínima de classificação para a terceira fase para o Leão do Sul, estando o Barra Mansa F. C. virtualmente eliminado precocemente da competição.
Enquanto isso, ontem, no estádio da Cidadania em Volta Redonda, o Fênix bateu por 3x1 o CFZ, do Zico, inclusive com a presença dele no estádio, quando saiu daqui visivelmente transtornado com o passeio que o time de Barra Mansa deu no seu escrete. Com o resultado, o Fênix larga na ponta absoluta (saldo de gols) na fase final da Competição da segunda divisão do Campeonato de futebol profissional do estado, que habilitará dois times a participar da elite do futebol carioca em 2011.
Antes que os hipócritas e demagogos se assanhem e venham com aquela ladainha de que torço contra o time símbolo da cidade, blá,blá,blá,.... quero reafirmar que não se trata de torcer, mas sim constatar realidades.
Enquanto o Leão do Sul manchou a sua história sendo coadjuvante de uma operação ilícita que assaltou os cofres públicos, e reuniu um bando de amadores abnegados com vampiros profissionais de antiga conta, o Fênix a cada dia se profissionaliza, atua, age, concebe, realiza, administra e ruma para o sucesso. Era uma vez um Leão, que por causa de gato, manchou seu reinado.
Mas a prefeitura de Barra Mansa, fiel ao parceiro de mutreta, desconhece o Fênix e em nada o apóia, enquanto para o Leão, desembolsou ilegalmente R$ 575 mil ano passado, desapropriou terreno e pagou R$ 500 mil, e este ano dispendeu R$570 mil para o desempenho fiasquento do time.
Então, só me cabe perguntar novamente: Caso se confirme a desclassificação prematura do Barra Mansa F.C., assim como foi o caso do time de Futsal da Copa Rio Sul, também patrocinado pela PMBM (o time, e também o campeonato, vide propagandas na TV), haverá devolução de dinheiro ao erário?
Creio que não somente eu terei esta dúvida. O Ministério Público certamente também a terá.
E não adianta fazer cara feia pra mim. Se tem uma coisa que não tenho medo, é de cara feia. Aliás, por tudo que passei na minha vida, nem sei mais o que é medo.

DILMISTURA DE FUMO NA GENTE.


PERFUME DILMONÓXIDO DE CARBONO.
Dilmamão chupado tem uma visão bastante particular do que seja pagar e recolher tributos. Acha que cobrá-los a menos não faz a menor diferença para quem paga, só para quem arrecada. Deve ser por isso que ela, em entrevista à rádio CBN na segunda-feira, tenha dito que o fim da CPMF não trouxe "resultados práticos no que se refere ao bolso do consumidor". Qualquer um de nós, contribuintes, sentiu a diferença, será que só ela não?
A CPMF rendia R$ 40 bilhões à União por ano, e fique claro que era apenas à União, nada a estados e municípios. Como se trata de uma contribuição social, no saco sem fundo legal brasileiro ela compete apenas ao governo federal e não é compartilhada com os demais entes governamentais estaduais e municipais, que participam apenas da repartição de alguns impostos, como o de renda e o IPI.
A CPMF foi derrubada em votação no Senado Federal em fins de 2007, coroando uma brava luta da oposição pela diminuição dos tributos no país. Na época, o governo Lula alertou para a necessidade de "cortar na carne" para compensar a diminuição dos recursos disponíveis. A saúde, dizia-se, seria a maior prejudicada. A oposição mostrou que bastava gastar melhor para fazer mais com os mesmos recursos. E provou que não estava errada em uma vírgula sequer.
No ano seguinte, já sem CPMF, a arrecadação tributária alcançou seu pico no país: 35,16% do PIB. Recorde absoluto. Foram R$ 1,056 trilhão, com alta predominante dos tributos federais. Em 2009, os cofres continuaram a encher: foram mais R$ 36 bilhões, ainda que a carga tenha caído em proporção do PIB. Cada brasileiro, como eu e você, pagamos, em média, R$ 5.706,36 em tributos no ano passado. Tadinho do nosso bolso.
Mas não é preciso voltar tanto no tempo. Basta ver o que está ocorrendo neste ano mesmo. Entre janeiro e abril, a arrecadação federal cresceu 12,5% acima da inflação medida pelo IPCA, segundo resultado divulgado ontem pela Receita Federal. Transformemos isso em moeda real: foram R$ 39,4 bilhões a mais do que no mesmo período do ano passado. Ou seja, em apenas quatro meses recolheu-se a mais exatamente o valor da extinta CPMF de um ano todo! Será que a Dilm’arvada’ acha mesmo que está faltando dinheiro?
Se a preocupação da candidata do PT fosse com o financiamento da saúde, seria louvável. Mas a saída não é cobrar mais tributos dos cidadãos. Há uma solução tão singela quanto efetiva na agenda parlamentar: regulamentar a emenda constitucional nº 29, que define percentuais mínimos de aplicação de recursos em ações e serviços públicos de saúde por União, estados e municípios, e aqui em Barra Mansa tal medida é urgente e necessária.
A proposta chegou ao Congresso no bojo de uma ampla mobilização protagonizada pelo então ministro da Saúde, José Serra. Foi aprovada em 2000, com largo apoio dos mais diversos partidos. Mas, para vigorar, a emenda demanda legislação complementar. Disso dispõe o PLS 121/2007 do senador Tião Viana (PT-AC), em tramitação no Congresso, mas que o governo Lula recusa-se a votar.
A aplicação da emenda 29 já poderia estar gerando recursos mais robustos para o financiamento da saúde em todo o país. A Confederação Nacional de Municípios fez alguns cálculos. De acordo com tais estimativas, neste e nos últimos dois anos teriam sido investidos mais R$ 57,7 bilhões na melhoria do sistema público, caso a nova legislação já estivesse em vigor.O mais curioso é que quem mais tem ficado a dever é justamente o governo federal. Desde o início da gestão Lula, se a EC 29 tivesse sido obedecida, a União teria aplicado mais R$ 13,4 bilhões em saúde. Mais significativo ainda é que no período 2000-2002, ou seja, nos dois primeiros anos após a aprovação da emenda e ainda no governo tucano, a União gastou até mais do que previam as novas regras: foram R$ 1,7 bilhão adicionais.
Quando o cobertor encurta, a solução é saber gastar melhor. O ex-governador Aécio Neves tem uma boa orientação para situações assim: gastar menos com o próprio governo, com a burocracia, para poder investir mais nas pessoas, na população.
Mesmo tendo anunciado, lá em 2007, que seria necessário "cortar na carne", o que o governo do PT fez foi justamente o contrário: abriu as torneiras das benesses salariais. Agora fica sem saber como fazer para atender melhor a população. Pelo visto já está mirando o bolso dos contribuintes. Tem cheiro de CPMF no perfume da Dilmaresia.

AUTO BAJULAÇÃO.


GALINHAS, VACAS, PERUAS E........GEISY, NOSSO AMOR MAIOR.

Olhem o que está postado no blog pessoal da nossa anti-musa mor e insubustituível, Geisy Arruda:
"Parece que Geisy Arruda caiu nas graças do elenco da Record. A garota, que ficou famosa pelo polêmico caso da expulsão da faculdade Uniban por estar com um vestido curto e justo demais, é convidada semanalmente para participar de atrações do canal. A moça virou uma espécie de coringa da emissora. Há quem diga que Geisy deve integrar o elenco do reality show A Fazenda 3".

Há quem diga? Ela mesma.
Está se escalando de boa, e quer saber? Também acho que vai.
Aliás, minha querida anti-musa, algo me diz que você vai se sentir em casa na fazenda na companhia de tantos similares como a.....deixa pra lá.

SÉRIE IMAGENS VALEM MAIS QUE MIL PALAVRAS 7.


quarta-feira, 19 de maio de 2010

BOCA-DE-URNA.

FALA AÍ....
Hora de colocarmos nossos leitores para votar. Mais três enquetes para a galera se manifestar. Seja do “bem” ou seja gente de “bem”.
Primeiramente, gostaríamos de saber dos nossos leitores, QUAIS OS ASSUNTOS PREFERIDOS normalmente constantes EM NOSSO BLOG, e oferecemos as seguintes opções, MAS VOCÊS PODEM VOTAR EM QUANTAS QUISEREM.

POLÍTICA MUNICIPAL
POLÍTICA REGIONAL
POLÍTICA NACIONAL
ANTI-MUSA GEISY ARRUDA
FUTEBOL
SÉRIE IMAGENS VALEM MAIS QUE MIL PALAVRAS
“CAUSOS” DA POLÍTICA LOCAL
ENQUETES
FINAIS DE SEMANA DO BLOGUEIRO
DICAS DE LAZER E CULTURA
VARIEDADES, PIADAS E TELEVISÃO
UTILIDADE PÚBLICA.
POEMAS, LETRAS E MENSAGENS.

Perguntaremos também QUEM É, ATUALMENTE, O PIOR PREFEITO DO MÉDIO PARAÍBA? E as opções são as seguintes: (PODEM VOTAR EM QUANTOS QUISEREM).

DR. TONINHO – PINHEIRAL
JORGE SERFIOTIS – PORTO REAL
JOSÉ LAERTE – QUATIS
LUIZ CARLOS YPÊ - ITATIAIA
NETO – VOLTA REDONDA
RAUL MACHADO – RIO CLARO
RECHUAN - RESENDE
ZÉ RENATO – BARRA MANSA

Por fim, percebendo que candidatos a deputado federal de fora da cidade vem investindo financeira e politicamente em Barra Mansa, apoiados por líderes municipais, perguntamos:
QUAL O CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL DE FORA DA CIDADE, QUE VAI CONSEGUIR MAIS VOTOS EM BARRA MANSA? E as opções são as seguintes:

ALEXANDRE SERFIOTIS (Apoiado por uma dezena de ex-vereadores).
EDUARDO CUNHA (Apoiado por ADEMIR MELO).
FERNANDO JORDÃO (Apoiado por ROOSEVELT BRASIL).
JÚLIO LOPES (apoiado por Rutinha Coutinho).
LUIZ SÉRGIO (Apoiado por INÊS PANDELÓ).

Fiquem a vontade e votem com a razão. Desde já agradeço a contribuição com a resposta à primeira pergunta.

COLUNAS DA VIDA.


ENQUETE DO ZERO.

Findou mais uma rodada de enquetes aqui no blog.
Perguntamos quais são os melhores jornais da região sul-fluminense, e o resultado foi este:
1º DIÁRIO DO VALE 24 VOTOS.
2º FOCO REGIONAL 15 VOTOS.
3º A VOZ DA CIDADE 11 VOTOS
4º AQUI 9 VOTOS
5º FOLHA DO INTERIOR 7 VOTOS
6º FOLHA FLUMINENSE 3 VOTOS.
11 pessoas gostariam de escolher outros jornais não incluídos entre as opções oferecidas.
Muito embora saibamos do conteúdo “comprometido”, o Diário do Vale é o que tem a melhor apresentação gráfica e diversidade de assuntos. Merecido.

Perguntamos também qual a melhor Rádio AM do Sul Fluminense, e o resultado apontou o seguinte:
1º SUL-FLUMINENSE 48%
2º RÁDIO DO COMÉRCIO 24%
24% Prefeririam outra não inclusa no rol oferecido.
Pela complexidade e diversidade, concordamos com a galera.

A outra pergunta formulada foi sobre a melhor Rádio FM DO Sul-Fluminense, e foi apurado o seguinte:
1º RÁDIO SUL FLUMINENSE 30%
2º RÁDIO 88 18%
3º RÁDIO SOCIEDADE16%
4º RÁDIO CIDADE DO AÇO 14%
5º RÁDIO PORTO REAL 6%
A Rádio Califórnia não foi votada e 16% prefeririam outra não sugerida.
Concordo em gênero, número e grau com os leitores, inclusive acho a Sul Fluminense FM uma das melhores de todo o Brasil. Qualidade, bom-gosto, diversidade e estilo próprio.

Quem são os melhores colunistas sociais do sul-fluminense foi a outra pergunta formulada e o resultado obtido sacramentou:
1º ANDREI LARA 27 VOTOS.
2º MÁRIO SÉRGIO 15 VOTOS
3º JOSÉ MARQUES 11 VOTOS
4º MARIA EMÍLIA 6 VOTOS.
5º KIKA MONTEIRO 2 VOTOS.
6º JEFF, LU GASTÃO E MIGUELZINHO 1 VOTO
11 pessoas gostariam de votar em outro nome.
Todos merecem respeito e mereceriam a primeira colocação, mas é inegável que o conteúdo do Andrei e seu estilo personalíssimo e inconfundível, são um diferencial na imprensa regional, portanto, também assino em baixo, com prazer, o resultado da galera.

E a pergunta mais polêmica desta enquete foi a seguinte:
QUE NOTA VOCÊ DÁ PARA O CONTEÚDO DO NOSSO BLOG?
22 PESSOAS DERAM 0.
4 PESSOAS DERAM 1.
2 PESSOAS DERAM 2.
NENHUMA DEU 3.
2 PESSOAS DERAM 4.
3 PESSOAS DERAM 5.
2 PESSOAS DERAM 6.
5 PESSOAS DERAM 7.
6 PESSOAS DERAM 8.
5 PESSOAS DERAM 9.
11 PESSOAS DERAM 10.
Média ponderada: 4,68 (REPROVADO) rsrsrsrsrsrsrsrs.

Não espero que ninguém pense que sou inocente e não imaginei, quando formulei a enquete, que exatamente isto aconteceria.
Confesso que fiquei muito mais preocupado com as duas notas 4 e as três 5, do que com os zeros, um e dois recebidos. Essas notas sei exatamente de onde vem e são incoerentes como eles mesmos o são por toda a vida. Se dão notas tão baixas, se o blog é tão ruim, porque visitam tanto e diariamente?
Mas as notas 4 e 5 me parecem sinceras, e isso só vai me fazer esforçar-me o máximo para melhorarmos o nosso blog, mas jamais mudarei de estilo ou linha de raciocínio.
Um blog pessoal é o retrato de seu dono, e não estou propenso a mudar minha vida nem meus conceitos em função de pouca gente anônima.
Desde pequeno carrego com tranqüilidade uma marca que muito me orgulha: Ou me amam ou me odeiam. E tenho orgulho disso pois meu medo maior na vida era passar por ela sendo uma pessoa mais-ou-menos. Detesto gente mais-ou-menos. Detesto vida mais-ou-menos. Detesto opiniões mais-ou-menos.
Sempre fiz diferença em todos os segmentos e em todos os momentos de minha vida. Não nasci para ser medíocre ou acomodado. Sou guerreiro e lutador por natureza e não tive tempo em minha vida de aprender o que é inveja, sentimento que sempre atraí com orgulho. Mas aprendi a conviver com ela e ter até pena de quem a sente. Não sabem quanto perdem de coisas boas na vida, nutrindo sentimento tão infeliz.
Dunga, na sua coletiva de convocação para a Copa, desfilou um rosário de idiotices, mas falou algo que sempre comunguei: Não trabalho para agradar meus inimigos, pois nada que faça irá agrada-los. Trabalho para as pessoas que amo e respeito, pois elas enxergam a grandeza dos nossos atos, e nos nossos inevitáveis erros humanos, nós nem precisamos pedir perdão.
Para vocês que amo e respeito, muito obrigado pelo carinho que nutrem por mim.
Para os demais, não desejo mal, pois o maior mal humano já se apoderou de suas mentes e corações: a Inveja. Podem me dar ZERO, é democrático, mas jamais serei um ZERO À ESQUERDA, como é a imagem que os covardes vislumbram em seus espelhos.
Mas colunas morais e pilares éticos que fortaleceram os alicerces de minha vida, são inabaláveis.